R. São Vicente de Paulo, 650,Cj. 12 - Higienópolis - SP
(11) 3825-6751 / (11) 99607- 8855
synergia@synerhgon.com.br

Markup: o que é e como aplicar na sua estratégia de preços

Consultoria estratégica em gestão

Markup: o que é e como aplicar na sua estratégia de preços

O markup (também conhecido como Taxa de Marcação) é um índice aplicável sobre o custo de um produto ou serviço que auxilia na precificação, embutindo o lucro e demais valores como imposto e comissões de vendas. Esse valor pode ser fixo ou um percentual e é essencial na formação de preços.

Para explicar um pouco melhor o conceito, vamos começar lembrando como o preço é formado. Normalmente, devemos considerar os seguintes elementos: custo fixo, custo variável e lucro ou, para alguns economistas, custo fixo + lucro de margem de contribuição.

Como o próprio nome já diz, Custos Fixos (CF) são os gastos básicos que uma empresa precisa ter para funcionar, normalmente ligados à infraestrutura mínima, como aluguel, luz, água, telefone, etc.

Por outro lado, os Custos Variáveis (CV) são valores relacionados à entrega de um produto ou serviço. A variação é proporcional ao volume de negócios realizados, ou seja, quanto mais vendas, maiores os gastos. Neste grupo, estão incluídos itens como impostos, logística e gastos com matéria-prima, que variam de acordo com a demanda.

Já o Lucro (L) é a recompensa financeira esperada a partir de uma negociação e que envolva valores maiores do que o que foi investido. Embora não exista exista uma regra sobre a margem de lucro, o valor é normalmente calculado através de porcentagens.

Calculando o Markup:

Imagine que você representa uma fábrica de casacos de inverno sediada em São Paulo e precisa fabricar 100 casacos iguais.

Este é o custo da materia prima:

Tecido = R$3000,00

Botões = R$850,00

Zippers = R$700,00

Além disso, para produzir os casacos, teremos um custo fixo com coisas como luz, salarial de funcionários e aluguel.

Custo Fixo total = R$2500,00 (valores obtidos mensalmente ou pode ser uma média mensal);

Portanto temos um custo de fabricação de R$7050,00.

Agora precisamos pagar os impostos (percentuais de tributos aplicados em São Paulo), comissão do vendedor que trouxe o pedido e naturalmente o nosso lucro, assim

ICMS = 17,00%;

PIS = 0,65%;

CONFINS = 3,00%;

CSLL – Contribuição Social Sobre Lucro Líquido = 1,08%;

IRPJ (Lucro Presumido) = 1,20%.

Comissões

Comissões de Vendas C = 4,00%, combinado com o vendedor:

Lucro:

A margem de lucro vai variar de acordo com a estratégia de sua empresa. Para este exemplo, teremos uma margem de 10%

Somando esses percentuais, que também chamamos de despesas de vendas:

Despesas de vendas = 36,93%

E com isso chegamos ao cálculo de Markup:

MKP = 100% / (100% – 36,93%) = 100 / 63,07 = 1,5855

                  MKP = 1,5855

Com o valor do Markup, multiplicamos o custo total dos produtos por ele:

R$7050,00 x 1,5855 = 11.178,06

Logo o valor para produzir 100 casacos será de R$11.178,06 e  cada casaco, custará cerca de  R$111,78

Esse valor cobrirá todos os impostos, comissões, materiais e custos fixos, além de garantir uma lucratividade de 10% a cada peça.

O imposto IPI será sempre tributado após esses cálculos que neste caso estamos supondo ser de 0% em confecções e que esse valor, de cada peça, é à vista sem custo financeiro.

Precificar um produto é uma etapa essencial na gestão de qualquer empresa. Nós podemos te ajudar nesse processo. Solicite um diagnóstico gratuito para sua empresa.