PPCP – PLANEJAMENTO, PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA PRODUÇÃO: PRINCÍPIOS E PRÁTICAS

PDCA NA PRÁTICA: ELIMINE PROBLEMAS E AGILIZE RESULTADOS
13/03/2016
PLANEJAMENTO ATIVO COLABORATIVO
13/03/2016

PPCP – PLANEJAMENTO, PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA PRODUÇÃO: PRINCÍPIOS E PRÁTICAS

Considere realizar ïn-company¨.

1

OS PORQUÊS DE SE ADOTAR A GESTÃO UNIFICADA DA OPERAÇÃO

OBJETIVO: Proporcionar aos profissionais envolvidos com a gestão da produção a adoção de “Senso Sistêmico” para a prática de decisões que envolvem os principais recursos diretamente utilizados na produção, tais como mão de obra, material e máquinas e garantir o atendimento das metas e prazos estipulados.

IDEAL PARA: Gerentes industriais, Coordenadores de produção, Supervisores de produção, Analistas de produção, Técnicos, Diretores industriais e profissionais diretamente envolvidos com a produção, tanto para indústrias como serviços.

PROGRAMA:

– Como buscar a LUCRATIVIDADE: porque adotar o PCP

– A importância do equilíbrio entre CAPACIDADE e DEMANDA

– A orquestra e o regente _ analogia para entender o valor do PCP

– Quais são os 9 objetivos principais do PCP

– Os objetivos gerais da Produção / Operação junto com o PCP

– A importância da Qualidade e do Senso Sistêmico para o dia a dia do PCP

– Como executar a função PCP

– Planejamento _ Longo, Médio e Curto Prazo _ e o impacto nos resultados do PCP

– Quais são as principais decisões a serem tomadas pelo PCP

– Impacto do PCP nos Custos, Receitas, Capital de Giro, Qualidade e Fornecimento: a exatidão da previsão

– Fluxo de Informações através da unidade de PCP: Análise do aumento e perda da Lucratividade

– Relações entre o PCP e outras Áreas e Funções da empresa

– Processos, Produtos & Materiais e Mão de obra

– Materiais: Controle de Estoques, Classificação “ABC”, Nível de estoque

– Sistemas de Produção

– Balanceamento produtivo, de linhas, como tratar o “gargalo”

– Fluxo de Planejamento e Capacidade de material, MRP I e MRP II

– Necessidades e Restrições: como reconhecer e tratar

– Dimensionamento de capacidades: Mão de obra, Máquinas e Recursos

– Como tratar a delicada relação com o Setor Comercial e de Vendas

– Exposição e debate de casos práticos

INSTRUTOR:   Henrique V. Mäder     Contato: rico@synerhgon.com.br

 1

 

Compartilhar: